sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Dia internacional de proteção da camada de ozônio

É comemorado em 16 de setembro, data que marca o aniversário da ratificação do Protocolo de Montreal, ocorrido em 1987.
O tratado visa à redução e à proibição de substâncias que destroem a camada de ozônio, como os gases CFC.
De acordo com Neusa Paes Leme, pesquisadora do laboratório de ozônio do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), quase todos os países do mundo já assinaram o acordo.
O ozônio é um gás atmosférico azul-escuro, que se concentra na chamada estratosfera, uma região situada entre 20 e 40 km de altitude.
A diferença entre o ozônio e o oxigênio dá a impressão de ser muito pequena, pois se resume a um átomo: enquanto uma molécula de oxigênio possui dois átomos, uma molécula de ozônio possui três.
Essa pequena diferença, no entanto, é fundamental para a manutenção de todas as formas de vida na Terra.
A natureza, sabiamente, protegeu o nosso planeta com a camada de ozônio, que funciona como um escudo que nos protege dos raios solares de intensidade mais elevada, perigosos e maléficos à vida - o câncer de pele, uma das doenças que mais mata atualmente no mundo, é consequência da exposição da pele a esses raios.




0 comentários:

Postar um comentário

Amigos Google +